Em Administradoras de Condomínios, Condomínios

Individualização de Água - Guia para Administradoras de CondomíniosEm momentos de crise econômica, síndicos e condôminos devem buscar alternativas para reduzir os gastos nos condomínios. Segundo as Administradoras de Condomínios, a média que seus clientes gastam com consumo de água representa aproximadamente de 10 a 15% dos gastos condominiais. Logo, nada mais apropriado do que buscar otimizar os gastos através da individualização da água em condomínio.

Com a instalação do sistema de individualização de água, cada morador paga sua própria conta e conhece seu próprio padrão de consumo.

Com nossa publicação, iremos abordar:

Como é feita a individualização de água em condomínios?

Quanto custa individualização de água em condomínios?

Benefícios da individualização de água em condomínios

Tipos de sistemas de individualização de hidrômetros

Legislação de individualização de água em condomínios

Votação para aprovar hidrômetros individuais

Individualização de água em condomínios antigos

Então, vamos nessa. Esperamos que essa matéria contribua para você e seu condomínio.

Como é feita a individualização de água em condomínios?

A individualização de água em condomínios é feita através da instalação de hidrômetros individuais. Esse é o equipamento que mede o consumo de água de cada apartamento, individualmente. Dessa forma, cada um pagará apenas o que consumiu.

Quando o condomínio não possui o sistema individualizado, ele recebe uma conta única e as Administradoras de Condomínios realizam o rateio do valor total por unidade. A questão é que a divisão acaba sendo injusta uma vez que não existe como saber quem usou mais e quem utilizou menos. Para minimizar os efeitos da divergência, alguns condomínios fazem o rateio por número de pessoas que vive no edifício, afinal, não é justo uma pessoa que mora sozinha pagar o mesmo que uma família de quatro pessoas, certo?

Além disso, tem outra questão que passa despercebida: com a individualização da água, ninguém precisa arcar com o pagamento da água dos condôminos inadimplentes.

Quanto custa individualização de água em condomínio?

Fazer a chamada individualização da água” nos condomínios pode custar – em média – entre R$ 320 e R$ 3 mil para cada morador de um prédio, segundo levantamento do G1. É preciso a avaliar estrutura do edifício, ver se o projeto já previu a obra, consultar o histórico da empresa que será contratada para o serviço e aprová-lo em assembleia. Dá trabalho, mas o investimento compensa: a água representa entre 10 a 15% dos gastos dos condomínios.

Benefícios da individualização de água em condomínios

As pessoas passam a consumir água de forma mais consciente;

Evita a ocorrência de fraudes no sistema de abastecimento de água, como o popular “gato”;

A taxa condominial reduz;

Auxilia na detecção da existência de infiltrações, pois ao longo do tempo, quando há um histórico consistente de consumo de cada unidade, fica mais quando há um aumento no consumo exacerbado de uma unidade – o que não ocorreria em uma situação sem individualização;

Pode contribuir no combate a inadimplência, já que agora as contas vem em boletos individualizados;

Facilita as Administradoras de Condomínios, pois dependendo da empresa escolhida pelo condomínio, a conta de água passa a ser gerida pela parceira, deixando a administração se focar em outros temas.

Legislação sobre individualização da água em condomínios

Em breve, os sistemas individuais de água serão uma realidade para novos condomínios de todo o país. Aprovada em julho de 2016, a Lei Federal 13.312 determina que o uso de medidores individuais de água seja obrigatório em todos os imóveis entregues a partir de 2021.

A nova norma modificou a Lei 11.445, de 2007, que estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico. Confira o que diz a nova legislação:

Art. 1º Esta Lei torna obrigatória a medição individualizada do consumo hídrico nas novas edificações condominiais.

Art. 2º O art. 29 da Lei nº 11.445, de 5 de janeiro de 2007, passa a vigorar acrescido do seguinte § 3º:

3º As novas edificações condominiais adotarão padrões de sustentabilidade ambiental que incluam, entre outros procedimentos, a medição individualizada do consumo hídrico por unidade imobiliária.” (NR)

Art. 3º Esta Lei entra em vigor após decorridos cinco anos de sua publicação oficial.

É importante destacar que a Lei Federal 13.312 impõe a individualização de água apenas em condomínios novos, recém-entregues pelas empreiteiras. No caso de condomínios antigos, a adaptação ao serviço é opcional e deve ser analisada com cautela. As Administradoras de Condomínios têm contribuído muito ajudando seus clientes a realizar orçamentos e procurar fornecedores que realizem com cautela e segurança a individualização da água.

Economizar dinheiro é importante, mas é preciso lembrar do fator mais relevante de todos: o consumo consciente da água. Portanto, busque evitar desperdícios desse bem tão precioso! Caso queira conversar mais sobre o assunto, liga na Vox Administradoras de Condomínios que teremos prazer em te ajudar.

Posts recomendados
Paste your AdWords Remarketing code here Correspondência no Condomínio - Vox Condomíniosfumar maconha no apartamento ou condomnio